Pular para as informações do produto
1 de 5

Pingente Dupla Face Buda Tathagata & Flor de Lótus | Prata 925

Pingente Dupla Face Buda Tathagata & Flor de Lótus | Prata 925

Preço normal R$ 399,00
Preço normal R$ 399,00 Preço promocional R$ 399,00
Promoção Esgotado

Buda Tathagata

Tathagata, um dos sinôminos para Buda, em sânscrito, significa “aquele que chegou até nós pelo caminho correto”, O Sagrado para o Budista é o Tathāgata, isto é, a Natureza Búdica a qual toda a matéria é “permeada”. Esta Natureza Sagrada também é conhecida como o “Buda Eterno” por possuir todas as qualidades de um Buda.
O “Buda Eterno” não é um deus, não nos julga, condena, nem concede privilégios. Não é, tampouco, um conceito de justiça universal, mas “simplesmente” a Sabedoria intrínseca da vida (Shunya Prajña). Para o Budismo, o Sagrado é a própria Vida que se move, impulsiona a matéria e todos os seres, ocasionando os fenômenos que são vazios e marcados pelo tempo (é o contínuo vir-a-ser ao incontrolável devir). Esta Lei não é a matéria, tampouco, um ente externo a ela. Este Sagrado está tipificado na literatura pela figura do Buda Dainichi (Vairocana), a “suprema divindade”, a essência, a última realidade, aquele que subjaz todas as coisas e se expressa nos Cinco Elementos do mundo.

Flor de Lótus

O significado da Flor de Lótus começa literalmente em suas raízes: a Flor de Lótus é um tipo de lírio d’água, cujas raízes estão fundamentadas em meio à lama e ao lodo de lagoas e lagos. O Lótus vai subindo à superfície para florescer com notável beleza. O simbolismo está especialmente nesta capacidade de enfrentar a escuridão e florescer tão limpa, tão bonita e tão especial, compartilhando sua beleza com as pessoas.
Venerada em muitos lugares, na Índia, China, Japão e Egito, durante muito tempo a Flor de Lótus simbolizou a criação, a fertilidade e, sobretudo, a pureza, uma vez que essa bela flor emerge das águas sujas, turvas e estagnadas. Além disso, representa a beleza e a capacidade de distanciamento das coisas ruins, pois cresce sem se sujar nas águas que a envolvem (a raiz está na lama, o caule na água e a flor no sol).
Na crença hindu, simboliza a beleza interior: “viver no mundo, sem se ligar com dependência àquilo que o rodeia”. No Egito, essa flor atípica simboliza a “origem da manifestação”, ou seja, o nascimento e o renascimento, visto que ela abre e fecha conforme o movimento solar.
À noite as pétalas da flor se fecham e ela mergulha debaixo d’água. Antes do amanhecer, ela levanta-se das profundezas, até ressurgir novamente à superfície, onde abre suas pétalas. Em função disso, os egípcios antigos associavam a Flor de Lótus com o deus do sol Ra, porque ela ressurge todas as manhãs com o sol.
É também a única planta que regula o seu calor interno, mantendo-o por volta dos 35º, a mesma temperatura do corpo humano. Outra característica peculiar são suas sementes, que podem ficar mais de 5 mil anos sem água, somente esperando a condição ideal de umidade para germinar.

Vida Longa e Boa Sorte!

SKU: P019P036

Materiais

Dimensões

Significados

Ver informações completas

Customer Reviews

No reviews yet
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)
0%
(0)